Luiza Curvo exercita talento para comédia e curte casamento

Publicada em 06/09/2007 no Click 21

Por Cristina Cople

luiza curvoNuma rara manhã de folga, a atriz Luiza Curvo atendeu ao telefone com voz sonolenta. Mesmo cansada, ela não se recusou a conversar sobre sua personagem na novela ‘Luz do Sol’, da Rede Record. Muito pelo contrário! Luiza trata a personagem Priscila como um presente depois de tanta luta para fazer exatamente aquilo que mais gosta: atuar.

“A minha personagem é engraçada e ao mesmo tempo muito inocente. Ela acredita nas coisas. É tímida, séria, profissional no trabalho. Mas tem horas que é quase um desenho animado. Seu sonho é se casar!”, diz Luiza.

Pergunto se o sonho dela (Luiza) é o mesmo de sua personagem. “Eu já sou casada!”, afirma, com empolgação a jovem de apenas 22 anos.

O dono do seu coração é o ator José Roberto Jardim. Os dois já eram amigos há anos quando Luiza se mudou para São Paulo, por causa de um trabalho. A convivência na cidade aproximou o casal. De volta ao Rio, os dois decidiram morar juntos e o relacionamento já tem um ano e meio.

Embora viva um relacionamento estável, a atriz não pensa em aumentar a família tão cedo. “Eu ainda sou muito nova. Meu maior sonho é ser mãe, mas quero trabalhar muito, viajar, ver o mundo. Eu quero ter condições de criar meu filho da maneira que eu acredito, que é como eu fui criada pelos meus pais. Nós tivemos muito amor e conversas abertas. Não havia mentiras”.

Luiza garante que a compreensão dos pais, que são médicos, foi fundamental para que os filhos seguissem a carreira artística. O irmão dela é músico e tem uma banda. “Meu pai sempre cantou para ele, então tem uma influência nessa escolha”.

Luiza Curvo também entrou de cabeça na profissão. Ela fez faculdade de Cinema e um curso de Construção Dramática, em Cuba. “O país tem o maior acervo de filmes do mundo. Tem referências de todas as culturas, de diferentes realidades. Estudar lá foi uma das coisas mais importantes que eu fiz na minha vida”, revela.

Embora afirme categoricamente o que gosta mesmo é de atuar, ela também dá andamento a pequenas produções de curta-metragem realizados com a ajuda dos amigos. No grande circuito, Luiza Curvo poderá ser vista em dois filmes – ‘Ouro Negro’ e ‘Bellini e o Demônio’, ainda sem data prevista de estréia. Na Record, a atriz se diz realizada.

“Todo lugar em que há pessoas com talento, bons personagens e que trata o produto com cuidado é bom de trabalhar. Admiro muito o SBT, a Bandeirantes, a Globo, onde ainda tenho muitos amigos – e agora a Record, que é muito acolhedora”.

Com tanto trabalho, fica difícil se dedicar a qualquer atividade extra. “Estou doida para voltar para o balé, porque meu alongamento é horrível!”, se diverte a atriz. “Mas é melhor não ter tempo por estar trabalhando do que ficar no ócio”. Afinal, esse é o grande desafio de todo ator, se manter atuante em um mercado que lança novos rostos a cada novela.

Luiza Curvo venceu esse desafio. A menina começou aos oito anos e não parou mais. “Eu era uma criança chata e pedia para a minha mãe para fazer teste toda hora. Só que eu nunca passava, até que um dia eu passei e eles ficaram com medo. A primeira novela foi ‘Sonho Meu’. Não achava que era trabalho. Eu achava que era uma grande brincadeira de casinha, só que os adultos brincavam junto. Quando comecei a amadurecer, percebi o que era fazer arte e daí então eu pensei ‘Puxa! Acho que é isso mesmo que eu quero fazer!’”

A interpretação ocupa todos os momentos da vida de Luiza. “Meu trabalho é tão prazeroso que quando estou de folga eu fico buscando referências. Vou ao cinema, ao teatro e leio também”.

Todo esse esforço é para fazer um trabalho cada vez melhor. “Personagens com conflitos são muito bem-vindos. A Priscila (personagem em ‘Luz do Sol’) é cômica, mas é difícil de fazer. Dá muito prazer porque gera vontade de ultrapassar essa barreira da dificuldade”.

Quando acabar a novela, pode ser que Luiza volte a viver em São Paulo, cidade natal do marido e que conquistou de vez seu coração.

“Eu tenho uma grande turma de amigos que moram lá e, além disso, viver em São Paulo é enriquecedor culturalmente”. Um lugar em especial deve ser o escolhido para os momentos de folga da atriz. O marido dela, o ator José Roberto Jardim, vai inaugurar o espaço cultural ‘Os Fofos Encenam’, no centro de São Paulo. Quem quiser bater um ‘papo-cabeça’ com o casal é só aparecer por lá. Ela deixa o convite…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s